Dica de Leituras

Uma das coisas que mais tenho feito, desde que fui diagnostica com câncer de mama é ler muito. Um novo universo abriu-se para mim e, claro, como jornalista, sei da importância das fontes confiáveis.

A internet é um mundo de possibilidades. Mas, se não soubermos usar de forma adequada pode ser, neste momento de dor, uma arma muito contra.

Eu cuidei bastante neste sentido, pois já aprendi que cada câncer é um câncer. Cada mulher é uma mulher. Cada corpo um corpo. E cada diagnóstico um diagnóstico.

Ou seja, existem situações comuns de acordo com o tipo do câncer, mas muitas variáveis ocorrem de acordo com cada paciente.

O medo maior sempre é do desconhecido. Por tudo isso, quero, a partir deste blog, contribuir neste sentido, compartilhando minhas descobertas, minhas experiências – relacionadas ao meu tipo de câncer -, de forma confiável, para, de alguma forma, ajudar outras mulheres.

💛