A felicidade é uma questão de ângulo

Hoje fui caminhar na Beira Mar de São José, na Grande Florianópolis, e me deparei com uma lua incrível. Parei, sentei e fiquei contemplando ela e a imensidão do mar a minha frente!

Me peguei pensando o quanto estou me sentindo feliz “por nada”. Por nada? “Como por nada Gisele?”, pensei!

Na verdade é “por tudo!”

Por tudo que este tratamento está me proporcionado. Sim, são muitas dores, sintomas, privações, solidão….mas, apesar disso tudo tem sido tantos, mas tantos aprendizados.

Nunca achei que diria isso, mas o câncer foi e está sendo o que de melhor poderia ter me acontecido na vida!

Muitos ciclos já se fecharam e muitos outros estão se fechando! E ao fazer isso criamos espaço para “o novo”. E muitas novas oportunidades estão surgindo!

Que bom que estou tendo dissentimento para observar, captar e sintonizar tudo isso! É muita gratidão!

Beijos

Gi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s